Fragmentos

📷 Morgana Narjara

“Eu penso mais como uma postura existencial, nem sexual. Não é isso. Eu sei que não estou no mundo dos homens. Pronto. Eu não me identifico com o código masculino e com tudo que ele representa, inclusive na sociedade. Eu não sou isso. Minha sexualidade é ser antimachista e antinormativa.” (Filipe Catto)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s