Memória: Elizeth Cardoso

Caricatura de Batistão

Há 31 anos falecia no Rio de Janeiro aquela que foi conhecida como “A Divina”. Uma das maiores cantoras que o país já teve e, acima de tudo, uma grande mulher. Imaginem uma moça de 16 anos, na década de 30, no Brasil, sair da casa dos pais e ir viver com o namorado? Ou ainda adotar uma criança como mãe solteira? Não aceitar a dominação masculina e resolver viver sozinha, sustentando dois filhos e trabalhando como taxista, nos dias que não tinha show? Tudo isso e muito mais Elizeth fez. Vale muito a pena ler a biografia da cantora e conhecer além da intérprete que ela foi. Uma artista que conviveu com os maiores nomes de nossa música popular, desde Tia Ciata, Pixinguinha, Vicente Celestino, Cyro Monteiro e tantos outros nomes. Elizeth Cardoso foi uma mulher com atitudes/comportamento muito à frente do seu tempo. Uma pessoa livre e independente que viveu sua vida e carreira do jeito que quis, sem aceitar imposições e fugindo de relacionamentos tóxicos. Sim! Ela viveu divinamente.

📷 Paulo Rubens Fonseca

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s