Um recado importante de Filipe Catto

IMG_20190411_130442_812
📷 Klaudia Alvarez

As pessoas acham que a realidade do artista é um conto de fadas hedonista e cheio de glamour (e de certa forma é) porque circulamos em um meio muito privilegiado, mas isso não quer dizer, necessariamente, dinheiro. Pra eu realizar meu trabalho, eu utilizo o mínimo do que eu ganho com despesas pessoais exatamente pra poder reinvestir o máximo possível nos clipes, discos, etc. que vocês escutam on line. Os artistas que vocês gostam não ganham dinheiro com streaming, pagamos pra trabalhar.

Não competimos na injusta máquina do mainstream sertanejo gospel que detém toda a receita dos plays, etc.  Sem dinheiro do Estado, o mercado destrói a diversidade da arte numa lógica de desvalor que não é comercial. Tenho 10 anos de carreira e, como meus contemporâneos, crescemos  com nosso suado e pequeno espaço através de iniciativas culturais. Esta realidade, aparentemente, está com os dias contados, então precisamos pensar soluções juntos para monetizar essa ilusão dos plays grátis. Paguei todos os clipes e o disco CATTO do bolso, com apresentações. Não tenho casa própria, não tenho carro, tento ter o mínimo vínculo com capital e ser livre para poder sempre investir na minha arte. Mas estou cansado também dessa história de pagar pra tocar, pagar pra gravar disco, etc. Não me parece justo, a conta pesa cada dia mais.

Não estou pedindo ajuda ou me fazendo de coitado, estou longe de ser uma vítima do sistema. Eu já tenho uma carreira e sobreviverei. Dou meu jeito sempre, não tenho medo disso. A reflexão é: o streaming não nos remunera justamente e a cultura está indo pro saco. Como financiar, difundir, promover a música brasileira entre nós? Sei que vocês já fazem isso com amor e agradeço a cada um que luta. É um desabafo de quem está cansado de desesperança. Quero começar a ver soluções para a realidade. Este é um debate que quero levar pro meu próximo disco, quando ele acontecer, ano que vem, se Deus quiser e quer. Tudo em minha vida é político, e estou testando estas ideias pensando em promover este debate com vocês na prática. Quanto vale a música?

Sei que as pessoas estão sem grana e o país aparentemente vai ladeira abaixo economicamente, a partir do ano que vem, então, realmente, eu quero alertar que muitos artistas não vão mais poder gravar ou fazer turnês para poder colocar comida na mesa, literalmente. Muitos já saíram do país. Existe uma censura econômica que precisamos driblar, juntos. Não tenho respostas, apenas perguntas. Falo com vocês com a intimidade de quem cresceu show a show, atendendo às pessoas e conhecendo cada um. Já somos uma família, sinto muito orgulho disso.  Sei que posso contar com vocês. E por isso estou a salvo. Obrigado demais! Mas pensem nisso quando escutarem uma música de graça nas plataformas e quando forem a um show gratuito. Na maioria das vezes a pessoa está pagando pra ter a atenção de vocês. Beijos com todo amor, luz e paz no coração. Amém. Amo vocês.

E vamos pensar também nos nossos hábitos de consumo e como gerir nosso dinheiro pra poder começar e plantar coisas novas neste mundo. O que está acima da polarização é o dinheiro. Eles não ligam pra causas, precisamos lutar na língua deles.

(Filipe Catto, 17/9/19)

2 Comments

  1. Filipe te amo demais da conta. Se você soubesse a importância que tem em nossas vidas. Pode até ter uma ideia, mas é apenas uma pontinha.
    Estive,estou e sempre estarei a seu lado, mesmo à distância. Conte comigo sempre.

    Like

  2. Filipe, meu amor! Suas palavras nos encorajam sempre! Servem de inspiraçao, conforto e consolo, qual quer que seja a situação! Estamos juntos!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s