Persona, o show

IMG-20190901-WA0019
📷 Aline Navarro

O que aconteceu no palco da Casa Natura Musical – esse lugar lindo e sempre delicioso de se frequentar – na noite do dia 31 de agosto de 2019 foi um evento que entrou para a história da música brasileira e que resultou da parceria da Casa – que tem em seu DNA o apoio fundamental à Arte brasileira – e três Artistas de primeira grandeza: Filipe Catto, Johnny Hooker (cantores, compositores, performers) e o fotógrafo Diego Ciarlariello, alem da participação de outro talento: Alma Negrot (maquiador, performer, estilista).

 

 

 

This slideshow requires JavaScript.

A noite, cujo motivo principal foi a inauguração, em SP, da exposição de fotos de Diego Ciarlariello, reuniu esses artistas em um espetáculo conjunto, onde cada um apresentou um pouco de seu trabalho solo, mas que fundamentalmente selou, ali, ao vivo, a cores e som, em frente ao público que lotou a Casa, uma amizade/colaboração musical que saiu do privado e se tornou pública e fraterna.
Johnny e Filipe têm a mesma idade, viveram as mesmas experiências de infância e juventude, tiveram as mesmas influências musicais e provavelmente sofreram o mesmo tipo de bullying na escola, só que um no nordeste e outro no sul do país. Tantas coincidências só podiam resultar mesmo em uma identificação grande e em uma sólida e feliz parceria como testemunhou quem teve a sorte de estar na plateia deste show.

Por mais que cada fã dos dois artistas (e falo por mim, principalmente) imaginasse o que seria o encontro, o que se viu ali foi de uma surpresa absoluta. E extremamente prazerosa e emocionante. Muito mais do que apenas escolher algumas de suas canções prediletas e que os influenciaram, Filipe e Johnny fizeram um grande painel representativo de sua geração, seus anseios, seus medos, sua esperança e a cura pra todos os seus males.

A abertura do show, com um de frente pro outro, e com figurinos incríveis, com direito à troca, no meio do espetáculo, era só um trailer do que viria a seguir. Muito mais do que apenas apresentar as canções escolhidas com cuidado e bom gosto, os dois artistas deram um show de simpatia, entrosamento perfeito nas coreografias e o que achei fundamental: mostraram para nós que também estavam curtindo e se divertindo de verdade naqueles momentos. Foi uma grande celebração à diversidade, à resistência e à união contra o obscurantismo vigente.

 

 

A noite foi tão especial e importante que não dá para aceitar que este espetáculo seja único. Ele precisa ser levado para outros palcos e outras plateias. Muito mais gente precisa testemunhar esse encontro tão aguardado pelos fãs desses dois ícones da música atual. Um registro também seria o ideal. Que venham mais parcerias no futuro. Que Johnny Hooker e Filipe Catto continuem a representar tão bem seus papéis fundamentais nesse momento que vivemos e que cada vez mais nos encantem com sua Arte libertadora. Vida longa à Persona!


Banda:

-Joana Cid (baixo)

-Nina Rizzini (bateria)

-Jojo Lonestar (teclados, sintetizadores)

-Felipe Rodrigues (guitarra)


Set list:
1- Escândalo
2- Lua Deserta
3- Escolheu a pessoa errada para humilhar
4- Explode coração
5- Alma sebosa
6- Caetano Veloso
7- Adoração
8- Eu não quero mais
9- Lésbica futurista
10- Like a prayer
11- You oughta know
12- Pure morning
13- Saga
14- Amor marginal
15- Página virada
16- Noite preta
17- Canção de engate
18- Believe
19- Fullgás
20- Flutua


(Texto de Klaudia Alvarez

Foto inicial e dos slides de Aline Navarro

Fotos da sequência de quatro de Adelina Leão)

3 Comments

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s