Memória: Cora Coralina

20190409_004923

Foi só aos 75 anos de idade que ela teve seu primeiro livro publicado, mas escrevia desde os 14. Apesar de ter estudado apenas 3 anos do ensino fundamental, o dom de escrever bem e a sabedoria foram suas características. Ainda bem jovem publicou seus poemas em um jornal que fundou e logo foi convidada a escrever em outras publicações. Hoje faz 34 anos que Anna dos Guimarães Peixoto Bretas, mais conhecida como Cora Coralina nos deixou. Goiana de nascimento, ela morou por vários anos no interior de São Paulo, onde foi viver com um advogado separado e nunca teve uma vida fácil. Fazia doces para vender e os considerava melhores que seus poemas. Teve 6 filhos e participou ativamente da vida política de seu tempo, tendo inclusive se candidatado ao cargo de vereadora. Em 1922 foi convidada a participar da Semana de Arte Moderna, mas seu companheiro não permitiu.

Teve livros publicados com poesias, crônicas e também literatura infantil. Tornou-se membro da academia goiana de letras e voltou a morar em Goiás. A casa onde morou tornou-se seu museu e é a atração principal da cidade. Uma mulher à frente de seu tempo que soube mesclar ternura e firmeza e deixou seu nome na história como uma das maiores poetas e cronistas do país.

20190409_005004

Em 2013, no dia de seu aniversário, Filipe Catto se apresentou na cidade de Cora Coralina e não escondeu sua emoção de conhecer a cidade da poeta.

Video de Ivana Kammer

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s