Memória: Simone de Beauvoir

Simone Lucie Ernestine Marie Bertrand de Beauvoir, ou Simone de Beauvoir como ficou conhecida, nasceu em Paris no dia 9/1/1908.

Filha de classe média alta, estudou matemática, línguas, literatura e filosofia. Lecionou por vários anos, ao mesmo tempo em que frequentava ambientes onde os intelectuais da época se reuniam. Escreveu romances, ensaios, sua autobiografia em quatro volumes e embora não se considerasse uma filósofa, teve grande influência no movimento conhecido como existencialismo.

Uma de suas obras mais conhecidas é o livro “O segundo sexo”, de 1949, onde analisa, com profundidade, o papel das mulheres na sociedade. É desse livro sua frase famosa: “não se nasce mulher, torna-se mulher”.

Simone manteve por anos um relacionamento aberto com o filósofo Jean Paul Sartre, que incluia muita troca intelectual, com cada um lendo e opinando na obra do outro, assim como relacionamentos com outras pessoas, incluindo na relação uma das alunas por quem Simone se apaixonou. Essa mesma aluna acabou se casando com um ex-amante de Simone.

Uma mulher que viveu à frente de seu tempo e que até o fim da sua vida, aos 78 anos, lutou pelos direitos fundamentais das mulheres, pela liberdade e pelo reconhecimento da importância da mulher na sociedade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s