Um milhão de novas palavras: Edy Star!

No inicio dos anos 70 eu era pré adolescente, mas sempre ligada em música, em especial a nossa. Me lembro de ter visto o LP nas lojas e fiquei curiosa com o brilho das roupas e o visual que logo comparei com o de Marc Bolan, líder do T Rex. Mal sabia eu que era o 1o disco de um verdadeiro ícone da nossa arte: Edy Star,  o 1o cantor no Brasil a se declarar publicamente homossexual. Pioneiro em tudo, soube depois que ele fazia shows em casas noturnas de Copacabana, mas eu não tinha idade para entrar. Também apaixonada por Sérgio Sampaio eu vi que ele participou do antológico “Sessão das 10”, um LP da “Sociedade da Grã-Ordem Kavernista” que além dele tinha também Raul Seixas, Sérgio Sampaio e Miriam Batucada, uma cantora, compositora e percussionista que já tinha participado dos famosos festivais de música dos anos 70.

O que eu não podia imaginar era que seria preciso mais de 40 anos para que eu conseguisse assistir a um show dessa figura incrível e talentosa. Foi na última virada cultural de SP, que eu tive o prazer de vê-lo em ação, de pertinho, mas o melhor ainda estava por vir e aconteceu há poucos dias.

O lançamento oficial do segundo disco de Edy, sim, o segundo! aconteceu na Casa Natura Musical e o Cabaret Star foi um espetáculo digno do nome. Um show divertido, com stand up comedy, com mágico (trans), com vários convidados como Ciro Barcelos & Banda Xabá, Leiloka (das Frenéticas), Odair José, Maria Alcina e Zeca Baleiro, que é o produtor e idealizador do CD Cabaret Star, que conta também com a participação de nosso Filipe Catto na faixa de autoria de Odair: Perdi o medo.

Pelos vídeos que postei dá para se ter uma ideia da maravilha que foi esse Cabaret e recomendo a todos que não percam a oportunidade de ver esse verdadeiro show-man brasileiro quando ele fizer outra apresentação. Vale muito a pena conhecer a energia de alguém tão incrível que, do alto dos seus quase 80 anos, faz o que quer no palco, onde ele se sente à vontade como se estivesse na sala de sua casa. Os verdadeiros artistas são assim mesmo. O palco é o seu lugar e nós, o público privilegiado por poder desfrutar de tanto talento.  Mais do que o rock and roll, eu diria que Edy Star é fodaço!

(Klaudia Alvarez)

1 Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s