Papo Afinado: Sil Ribas !

IMG-20151207-WA0015

Foto: Arquivo pessoal

Quando se assiste a um espetáculo, é difícil imaginar o tanto de trabalho que a produção tem pra chegar àquele resultado. Muita coisa tem que ser planejada com antecedência, e nos mínimos detalhes, para que o artista chegue ao seu lugar, o palco e tudo saia perfeito. Trabalhando na produção dos shows de Filipe Catto desde novembro de 2013, SIL RIBAS conversou com Filipe Catto em Foco sobre a fascinante profissão de Produtora Artística. Agradecemos à gentileza de sempre de Sil Ribas, não só por conversar conosco, como também por toda atenção, simpatia e paciência  nos shows de Filipe.

FCEF – Explica pra gente o quê exatamente é responsabilidade de um produtor em um show.

SR -Vou tentar resumir! No meu caso, para o Filipe Catto, faço produção executiva e técnica, junto com os técnicos. A partir do momento que o show é confirmado, sou responsável por: transportes de pessoas e equipamentos (aéreos e terrestres), alimentação, hospedagem, cronogramas, camarins, credenciamento de equipe, lista de convidados, set list, “lojinha” e atendimento aos fãs. No local do show, garantir que palco, som, luz, cenário e projeção estejam o mais próximo possível do ideal. Devo ter esquecido algumas coisas, mas basicamente é isso!

FCEF – Trabalhar com produção é estressante ou o prazer é maior? 

SR -Talvez o trabalho do produtor seja o mais estressante, mas a dificuldade é grande pra todos os profissionais que estão na estrada. E o que compensa a dificuldade é o prazer, o espírito de equipe, o amor pelo que se faz. Principalmente quando o trabalho é reconhecido e valorizado.

FCEF- Tem como contar pra gente a maior “saia justa” que você já passou em seu trabalho, sem citar nomes?

SR -Uma vez, no meio do show, a artista pediu pra eu levar pro palco a letra da próxima música que iria cantar. Saí correndo, encontrei a letra na pasta – 2 páginas – e levei. A banda começou a tocar a música e a artista a cantar. Na primeira página, tudo certo. Quando ela virou pra segunda página, a letra era de outra música! 

FCEF – E a maior alegria? 

SR -Foram tantas… fazer show pra 2 milhões de pessoas no Reveillon da Paulista, show no Rock in Rio, minha primeira turnê nos EUA, produzir o show Filipe Canta Cássia Eller (de quem sou muito fã)…

FCEF -Há dois anos que você trabalha com Filipe Catto. Como tem sido a experiência?

SR -Trabalhar com um artista que você admira pessoal e profissionalmente é privilégio para poucos. Tenho sorte.

FCEF – Se tivesse q começar de novo sua vida profissional, optaria de novo pela produção cultural?

SR -Trabalhar com produção já foi um recomeço na minha vida profissional! Sou formada em fisioterapia, fiz pós-graduação na USP, publiquei artigos em revistas científicas, concluí o Mestrado. E também fiz curso de produção cultural. Eu atendia uns pacientes durante a semana, e fazia umas produções nos finais de semana… Ser produtora não foi falta de opção ou de estudo (como muita gente pensa!), foi uma escolha.

3 Comments

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s