Super Fi e a Prática dos R’s: Reeducar

Reeducar ok

REEDUCAR

“Educar de novo;  Aprimorar a educação;  Reabilitar por meio da educação”

Um dos significados de REEDUCAR é o de se aprimorar nos estudos. Isso significa que a busca constante por conhecimento nos faz encarar a vida e o mundo de forma positiva. Assim, os conceitos ficam mais diversificados e evitam visões distorcidas e preconceituosas.
A formação de valores começa na família e quanto mais informações essa família puder transmitir para seus filhos, mais diversa será a construção da personalidade e sua visão de mundo. Isso contribui para cidadãos mais conscientes de seu papel no mundo. E menos preocupados com a vida do vizinho.
Enfim, reciclar-se é imprescindível para um ser humano mais sensível às diferenças e uma sociedade mais justa e acolhedora.
Texto: Christina Elói

Normalmente quando se escuta a palavra “reeducação”, a gente pensa logo em “reeducação alimentar”. Aprender a ingerir alimentos mais saudáveis e de forma correta para ter mais saúde ou diminuir o peso, mas reeducação é muito mais que isso. Claro que não é um processo rápido e fácil. Exige muito esforço e acima de tudo vontade de querer se modificar. Que tal reeducar os conceitos, o modo de ver a vida e as outras pessoas? Reeducar os sentimentos e a reação perante uma opinião diferente da nossa? Aprender a respeitar nosso semelhante e entender que ele(a) tem todo o direito de se expressar da forma que quiser. Aceitar que cada ser é único e merece todo o respeito de nossa parte. Se reeducar implica em domar a “fera” que todos temos dentro de nós. Amansar a “besta” que às vezes, por mais que a gente não queira, insiste em se manifestar. É pensar duas ou três vezes antes de expor algum sentimento negativo e que possa magoar terceiros. É, muitas vezes, engolir em seco e contar até dez. Se reeducar não é nada fácil, mas vale a pena. Por nós e pelo planeta, ou melhor, pela vida.
Texto: Klaudia Alvarez

DIVERSIDADE
Um é feioso,
Outro é bonito
Um é certinho
Outro esquisito
Um é magrelo
Outro é gordinho
Um é castanho
Outro é ruivinho
Um é tranqüilo
Outro é nervoso
Um é birrento
Outro dengoso
Um é ligeiro
Outro é mais lento
Um é branquelo
Outro sardento
Um é preguiçoso
Outro animado
Um é falante
Outro é calado
Um é molenga
Outro forçudo
Um é gaiato
Outro é sisudo
Um é moroso
Outro esperto
Um é fechado
Outro é aberto
Um carrancudo
Outro tristonho
Um divertido
Outro enfadonho
Um é enfezado
Outro é pacato
Um é briguento
Outro é cordato
De pele clara
De pele escura
Um, fala branda
O outro, dura
Olho redondo
Olho puxado
Nariz pontudo
Ou arrebitado
Cabelo crespo
Cabelo liso
Dente de leite
Dente de siso
Um é menino
Outro é menina
(Pode ser grande ou pequenina)
Um é bem jovem
Outro, de idade
Nada é defeito
Nem qualidade
Tudo é humano,
Bem diferente
Assim, assado, todos são gente
Cada um na sua
E não faz mal
Di-ver-si-da-de
É que é legal !
Vamos e venhamos
Isto é um fato:
Tudo igualzinho
Ai ,como é chato!

TATIANA BELINSKY

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s