Memória: La Lupe

la-lupe

Lupe Victoria Yoli Raymond, ou simplesmente, La Lupe, seu nome artístico, foi uma cantora cubana que nos anos 50 se apresentava em bares da capital, Havana, e por suas interpretações sempre viscerais e cheias de energia chamou muita atenção de todos.

Com o regime de Fidel Castro, a artista foi para o México e logo estava em Nova York gravando discos, se apresentando em muitas casas noturnas, e lá permaneceu até seu falecimento no dia 29/02/1992.

Com uma vida sentimental e pessoal bastante atribulada, somada ao consumo de drogas, La Lupe, que chegou a ser considerada a “rainha da música latina” acabou tendo sua carreira prejudicada e no final de sua vida estava praticamente no esquecimento.  Graças à admiração de pessoas influentes, como por exemplo o diretor de cinema Pedro Almodóvar, que incluiu a canção “Puro Teatro” na trilha sonora do filme “Mulheres à beira de um ataque de nervos”, a cantora cubana voltou a ter sua obra revisitada e passou a ser conhecida pela nova geração.

Filipe Catto gravou “Puro Teatro” e já mencionou o nome da cantora cubana como uma artista que admira.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s