Ricky Scaff 💙

20200310_132150
Arte de Luiza Nunes

“Sempre me interessei pelo estudo da morte como uma força e uma entidade tão importante quanto a vida. “O Livro Tibetano dos Mortos” é uma referência forte para o meu trabalho. Tudo isso pra dizer que nada é insolúvel. Até a morte tem uma razão  de ser e de existir. Talvez não tenhamos todas as explicações e respostas, mas se fizermos a pergunta correta já teremos uma resposta, inevitavelmente. O que precisamos é aprender a perguntar. E a fazer as boas perguntas.  Assim como precisamos aprender a caminhar para a Boa Morte.” (Ricky Scaff)


Era inevitável. Depois de cumprimentar o Filipe, no final dos shows, a gente sempre queria o abraço do Ricky Scaff. Já teve ocasião de até surgir uma fila meio que improvisada. Em um evento do Filipe, em um shopping, tinha tanta gente querendo falar com Ricky, que o segurança veio perguntar quem era aquele artista.  Assim era o amado Ricky, sempre pronto para uma conversa, uma orientação e a foto, só que antes ele pedia para tirar os óculos. Ninguém saía sem resposta de algo que perguntasse a ele. E as dicas? E aquele olhar penetrante que parecia escanear nossa alma? E a risada gostosa? E aquela voz ? Foi pensando justamente na voz, que eu amava, que resolvi, com as devidas permissões da Thamy Albrecht e do Filipe, disponibilizar aqui um arquivo raro e valioso para o meu coração que é a gravação do poema “Pulsar”, da Thamy e que achei seria uma boa homenagem ao amado Ricky, que fez sua passagem para a Boa Morte nesse 8 de março. De forma tranquila, serena, enquanto dormia, tendo ao seu lado o seu querido Tupã.

Antes de postar o poema, declamado por Ricky e Filipe, vou contar como fui à exposição “Pulsar”, em 2015. Na saida de um show de Filipe, eu estava conversando com Ricky e ele me falou assim: – você vai estar no Rio na data tal? Eu perguntei o motivo e ele respondeu que  ia haver uma exposição e que ele e Filipe não iriam, mas estariam lá. Como assim?, eu perguntei. E com aquele sorriso maravilhoso e o jeito de menino travesso ele disse que não ia falar mais nada. Que eu tratasse de dar um jeito de ir na abertura da exposição. E foi o que eu fiz.  Como contraiar uma orientação de Ricky Scaff ? Jamais. Todos os rituais psico-mágicos (pacientes dele entenderão) que ele me receitava eu fazia, lógico.

E chegando na exposição “Pulsar” eu me emocionei com tudo que vi e ouvi. No link abaixo tem a matéria que fiz, na época, sobre o evento.

Exposição Pulsar

Esse foi o jeito que achei de homenagear esse ser tão especial que “como um relâmpago, silêncio, passe de milagre” pintou em nossas vidas e em especial na do Filipe. Foi muito bom poder desfrutar da luz e da sabedoria do Ricky.  Com certeza cada um que o conheceu tem uma história linda pra contar desse encontro. Que ele continue a nos orientar, de onde estiver, para que a gente atravesse estes tempos difíceis. Que um dia a gente possa celebrar, com muita alegria o nosso reencontro com ele, em outro plano. Viva Ricky Scaff! Amor e luz de montão pra ele !

(Klaudia Alvarez)

 

8 Comments

  1. Texto emocionante, Klaudia.

    Como somos breves.

    Roberto Corrêa Gomes Jornalista +55 51 99357-1917

    Em ter, 10 de mar de 2020 16:38, FILIPE CATTOㅤㅤㅤㅤㅤㅤ[EM FOCO] escreveu:

    > filipecattoemfoco posted: ” “Sempre me interessei pelo estudo da morte > como uma força e uma entidade tão importante quanto a vida. “O Livro > Tibetano dos Mortos” é uma referência forte para o meu trabalho. Tudo isso > pra dizer que nada é insolúvel. Até a morte tem uma razão de ser e” >

    Like

    1. Klaudia, comovente essa lembrança, a homenagem, o texto. Eu não conheci Ricky, mas estou com sorriso dele guardado no meu peito porque desde q vi fotos dele, o sorriso me chamou a atenção. E portanto ele persiste com a alegria de viver.

      Liked by 1 person

  2. Poema maravilhoso. É de arrepiar a alma. Vamos aceitar a brevidade do tempo, da vida neste plano e aproveitar cada segundo dando a ele muito valor.
    Até breve Ricky. Leva com você nossa saudades.
    Obrigada Kláudia por está bela homenagem ào nosso mago.

    Like

  3. Que lindo texto tão bem interpretado e interligado por Filipe e Rick! A suave figura de Rick circulando antes e depois dos shows do Filipe é inesquecível! Que este ser querido descanse em paz!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s